Queloide

As buscas por tratamentos estéticos que resolvam problemas de pele como estrias, manchas ou queloide são  muito comuns nos dias atuais. Homens e mulheres estão cada vez mais atentos aos cuidados com o corpo.

Engana-se quem acha que apenas as mulheres cuidam da beleza e dos aspectos da sua pele. Os homens também estão contribuindo com o mercado da estética, realizando os mais variados tratamentos para se sentir bem consigo mesmo.

A maioria dos tratamentos realizados na clínicas especializadas são aqueles que envolvem problemas como celulite, estria, manchas na pele, olheiras, flacidez e os temidos queloides.

Os queloides são nada menos que lesões na pele, as quais podem ser vermelhas rosadas ou até mesmo escuras. Essas lesões são benignas,  ou seja não são contagiosas e nem doloridas.

Sintomas

Os principais sintomas de um queloide podem ser notado a olho nu sem a necessidade de exames médicos. Esse tipo de lesão  apresenta a protuberância saliente e dura a qual possui uma superfície bem que pode se manifestar em tons mais claros ou mais escuros.

O queloide  costuma aparecer na região das orelhas, tórax, rosto ou ombros.É normal que se sinta uma leve coceira nas áreas próximas ao queloide.

            Causas

As lesões sofridas na pele, como um cortes, piercings, tatuagens ou cirurgias podem ser o principal motivo da formação de queloide. Isso ocorre devido ao aumento da atividade de multiplicação celular no local.              As células devem preencher apenas o local da lesão no entanto em algumas pessoas elas continuam se reproduzindo o que resulta na formação dos queloides.

As causas do queloide são bem amplas,  eles podem se formar devido a queimaduras, furos nas orelhas, cortes feitos em procedimentos cirúrgicos, feridas, marcas de vacinação e até mesmo doenças como catapora ou acne.

É muito comum que aplicações de piercings ocasionem na formação de queloide. Nesse caso é importante que a lesão seja cuidada da forma correta para que não seja necessário que tire a jóia aplicada.

Esse problema pode afetar qualquer tipo de indivíduo, homens e mulheres em todas as faixas etárias da vida. No entanto existem alguns grupos de risco que podem ser mais propensos a desenvolver queloides como os afrodescendentes, asiáticos e pessoas entre 10 e 20 anos de vida.

Tratamentos

Os tratamentos contra o queloide são bem amplos. Existem diferentes possibilidades, desde procedimentos que envolvam apenas cremes e vitaminas até cirurgicos.

           Injeção de cortisona: As injeções de cortisona podem ser aplicadas no queloide para diminuir o seu tamanho e deixa- la mais plana,  porem existe a possibilidade de que ele fique mais escuro.

Crioterapia:  A crioterapia é um procedimento no qual se aplica nitrogênio líquido no queloide afim de congelar aquelas células que existem em excesso.Podem ser necessárias várias sessões, no entanto seu resultado é bem satisfatório.

Procedimento cirúrgico: O procedimento cirúrgico para eliminação de queloide é pouco recomendado pelos médicos visto que existem chances de formação de cicatrizes no local.

Além desses procedimentos é muito comum o tratamento com pomadas para cicatrizes, as mais comuns são: cicatricure, skimatix e kelo-cote. Elas são encontradas no mercado por uma faixa de preço que pode varias de 40 a 200 reais, depende de qual você escolher.

Algumas podem ser usadas inclusive para o tratamento de outros tipos de lesões como queimaduras, cicatrizes de cortes e até mesmo no combate as tão temidas estrias que assombram a maioria das mulheres.

Os tratamentos para combater esse problema são muito comuns hoje em dia, porém é importante que você realize uma consulta com uma profissional especializado para que ele possa analisar o seu quadro e dizer qual opção é mais aconselhável para o seu tipo de queloide.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Loading...

Talvez você se interesse por:

Este artigo foi lhe útil? Clique no G+1. É muito importante para nós!